A natação em águas abertas nos proporciona uma satisfação em superar desafios físicos e mentais que são impostos pela natureza a todo momento.

Quando estamos nadando entramos quase que em um estado meditativo e calmante, sobretudo em provas de ultramaratona com nado solo, muito longas, acima de 30, 40 km, quando conseguimos apenas ouvir o som da água em nossos ouvidos sem a capacidade de falar com alguém ou prestar atenção em outras coisas.

Nadar em Águas abertas fortalece nossa conexão com a natureza, sendo mais desafiador do que nadar em piscinas e também muito mais atraente, devido as paisagens oferecidas pelo litoral.

Existem muitas coisas interessantes ao longo de todo um percurso, desde a largada até a chegada, como ondas, contato físico no pelotão, animais marinhos, embarcações, alternância constante de ritmo e colocações…

Então penso que a natação em águas abertas nos permite superar os próprios limites, trazendo uma sensação de bem estar, mantendo a autoestima elevada e proporcionando uma sensação de crescimento pessoal a cada Travessia.

Texto e vídeo de DIOGO MILANI ZOPPI

Empresário do setor de academias e assessoria esportiva à mais de 13 anos, especializado internacionalmente em salvamento aquático é ultramaratonista com décadas de experiência, fundador do PROGRAMA XTREME SWIM, e cofundador do projeto NADANDO PELO PLANETA, que realiza ações esportivas extremas em paralelo à ações socioambientais destinadas a despertar e incentivar as pessoas sobre às consequências da poluição causada pelos homens e que afetam todo o nosso planeta.

Baixe Grátis o E-book:

Natação em Águas Abertas - 7 Passos Para Um Treinamento Campeão

E saiba como se preparar para a prova dos seus sonhos!

100% livre de spam.