Compre o livro MARATONA AQUÁTICA DAS PISCINAS ÀS ÁGUAS ABERTAS www.blogaguasabertas.com.br/nosso-livro e baixe o app XTREME SWIM https://play.google.com/store/apps/details?id=com.xtremeSwin.package

Os nadadores de águas abertas dependem de um aumento na frequência de suas braçadas para conseguir ganhar velocidade, então ao meu ver um nadador de águas abertas deve pensar como um corredor de maratonas, ele deve ser rápido, leve e ao mesmo tempo ritmado.

Os grandes nomes da natação em águas abertas atualmente, vem aprimorando a sua capacidade de adaptar a cadência de giro de braços e até mesmo sua frequência respiratória a natureza oscilatória das marés. E o que eu quero dizer com isso, é que esses atletas conseguem se adaptar rapidamente e extremamente bem a estes ambientes instáveis.

Um outro fator para mim que é muito importante e que acaba sendo decisivo para o sucesso em uma provas de águas abertas, é o atleta se adaptar a alternância de ritmo, ou seja, na minha opinião vence sempre o atleta que está adaptado a executar uma largada forte juntamente com um pelotão e mesmo após ele ter hiperventilado decorrente dessa largar extremamente forte, conseguir rapidamente entrar em um ritmo de prova, que sustentará ao longo de todo o percurso restante, e isso traz grandes chances de sucesso de uma vitória.

Então na minha opinião todos os atletas sejam profissionais ou amadores devem simular essas condições variáveis durante seus treinamentos, sejam em piscina ou em Águas abertas, realizando séries de velocidade com alto giro de braço, séries de endurance mais cadenciadas, séries de fartlek com alternância de ritmos extremos, creio que dessa forma o atleta estará mais adaptado a todas as situações que ele encontrará em uma prova de águas abertas.

Tendo dito isso a minha opinião particular é que não existe uma técnica perfeita, que não existe a melhor técnica para se nadar em Águas abertas e sim existe o atleta que melhor se adapta às condições daquele dia e local, ou seja, vence o atleta que se adapta morfologicamente as condições instáveis do ambiente de águas abertas, adaptando a sua técnica para a intempérie que encontrar, ou seja, se encontrar uma situação de corrente contrária ele conseguir imprimir um alto giro de braços utilizando menos força em suas puxadas, se ele estiver numa situação de corrente a favor deve imprimir um giro de braços alto com bastante propulsão por exemplo.

Texto e vídeo de DIOGO MILANI ZOPPI

Empresário do setor de academias e assessoria esportiva à mais de 13 anos, especializado internacionalmente em salvamento aquático é ultramaratonista com décadas de experiência, fundador do PROGRAMA XTREME SWIM, e cofundador do projeto NADANDO PELO PLANETA, que realiza ações esportivas extremas em paralelo à ações socioambientais destinadas a despertar e incentivar as pessoas sobre às consequências da poluição causada pelos homens e que afetam todo o nosso planeta.

Baixe Grátis o Infográfico:

Calculadora de suplementação para treinos e provas

E descubra a quantidade ideal de: reposição hídrica, carboidratos, BCAA, sódio, cafeína e Whey Protein em seus treinos.

100% livre de spam.